TEARES DA NATUREZA

...tecidos ecoartísticos

Descrição geral

O Colégio D. Pedro V une-se ao grupo STOL - Science Through Our Lives para a dinamização de algumas das atividades promovidas pela Escola de Ciências da Universidade do Minho (ECUM), no âmbito das comemorações do Dia Internacional do Fascínio das Plantas 2021.

"Lançado pela European Plant Science Organization (EPSO), o Dia Internacional do Fascínio das Plantas procura despertar o entusiasmo e chamar a atenção para a importância da ciência das plantas em diversos campos, da agricultura e produção sustentável de alimentos à horticultura, silvicultura e produção de bens não-alimentares. A iniciativa assinala-se, tradicionalmente, a cada dois anos, no dia 18 de maio.

 

Em Portugal esta iniciativa é coordenada pelo Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier da Universidade Nova de Lisboa (ITQB NOVA) e Sociedade Portuguesa de Biologia das Plantas e pretende que as instituições e empresas nacionais se juntem às centenas de entidades, de mais de 40 países, para festejar o maravilhoso mundo das plantas. 

 

Embora a celebração do Dia Internacional do Fascínio das Plantas com a realização de eventos presenciais tenha sido adiada para 2022, em função da pandemia COVID-19, a EPSO desafiou as instituições por todo o mundo a assinalar este dia também em 2021 através de alternativas online interativas e igualmente inspiradoras.


A Escola de Ciências da Universidade do Minho é uma das instituições que se junta a esta celebração do fascínio das  plantas, com um programa de atividades diversificado." 

in Site oficial Dia Internacional do Fascínio das Plantas (ECUM)

 

Detalhes

Clique na imagem para ser direcionado para o site oficial

Descrição detalhada

O Colégio D. Pedro V associa-se às comemorações deste dia com um leque de atividades nas quais se inserem os "Teares da Natureza".

Com recurso a técnicas de Ecoarte ou Arte Ecológica, os alunos do Colégio são sensibilizados para problemáticas ambientais, nomeadamente relacionadas com a gestão de recursos hídricos, o desperdício e o consumo exacerbado de recursos ou a poluição enquanto elaboram teares com cartão reutilizado, lãs e fios de desperdício e folhas e flores colhidas em ambiente familiar. 

Os alunos do 1.º Ciclo projetaram uma ideia global de tear da Natureza e construíram-no, de modo semelhante, a propósito da comemoração do Dia da Mãe. Os resultados seguiram como presente para as Mães, em embalagem de papel e com mensagens alusivas à simbologia da "Mãe", enquanto ser. 

Os alunos do Pré-Escolar elaboraram os seus teares com flores e folhas colhidas com os pais, enquanto divagavam sobre o fascínio de trabalhar com plantas em contexto de sala e sobre a necessidade de primar pela sustentabilidade do planeta, com fim a manter a saúde e o bem-estar das plantas, consequentemente, o de todos os outros seres vivos.  

Sem Título.jpg